quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

.tired.

 "Estou cansado, é claro,
Porque, a certa altura, a gente tem que estar cansado.
De que estou cansado, não sei:
De nada me serviria sabê-lo,
Pois o cansaço fica na mesma.
A ferida dói como dói
E não em função da causa que a produziu.
Sim, estou cansado,
E um pouco sorridente
De o cansaço ser só isto —
Uma vontade de sono no corpo,
Um desejo de não pensar na alma,
E por cima de tudo uma transparência lúcida
Do entendimento retrospectivo...
E a luxúria única de não ter já esperanças?
Sou inteligente; eis tudo.
Tenho visto muito e entendido muito o que tenho visto,
E há um certo prazer até no cansaço que isto nos dá,
Que afinal a cabeça sempre serve para qualquer coisa."


(Cansaço - Álvaro de Campos, in "Poemas" Heterônimo de Fernando Pessoa)
*O bom é que eu posso jogar a culpa toda no TCC. E graças a Deus está quase acabando. Dia 15.12 é minha apresentação, torçam por mim!

3 comentários:

Naiara disse...

Boa sorte na defesa ;)

Anônimo disse...

boa sorte no tcc linda vai dar tudo certo tenho certeza, vc é muito inteligente e dedicada, merece todo o sucesso. beijos

Antonio José Rodrigues disse...

Eu também estava cansado, jullyane, mas parei um pouco por aqui e, que surpresa, esqueci do cansaço ouvindo as suas histórias. Essa do engenheiro, menina, esquece: também sou engenheiro. Desejo sucessos no seu Trabalho de Conclusão de Curso. Beijos